Stephen Hawking – Mente Brilhante

0
8402

Todos podem ser um Mente Brilhante ?

Quais os mistérios do cérebro ?

A inteligência está gravada no DNA ?

O que fazemos hoje, é codificado e repassado no gene ?

Se 30 pessoas obtiverem o mesmo conteúdo, no mesmo tempo, no mesmo ambiente, pelas mesmas pessoas, canais de TV, músicas iguais, sentimentos de raiva e amor, terão o mesmo comportamento ?

Qual o maior motivador principal de todo Intelecto, o estado da pessoa interno, ou fatores externos ?

Quais os limites da mente humana ?

São perguntas feitas, por percepção, e não por conhecimento de causa, ou pesquisas…

Repetindo a famosa Frase de Goethe: Somos o que lemos, comemos e bebemos, e por isso prefiro o Café…

Stephen viveu muito mais a ciência do que qualquer outra coisa, pois a sua inclinação ao tema é bem maior e não saberemos o tanto quanto foi para outros temas que sua mente descarta por não interesse, e não são fixados no limiar das raizes neurais para uma lembrança mais rápida…

É um desafio comprido pesquisar sobre algo que não se vê, por apenas cálculos matemáticos, se estão todos certos ou não, também não saberemos tão cedo. As teorias de tudo, do espaço e tempo, buracos negros, forças físicas invisíveis eram como contas de multiplicar básicas na mente de Hawking como possivelmente eram para pesquisadores do passado e de hoje, e todos eles abriram portas enormes para novos cientistas…

No mesmo conceito de quem pesquisa sobre o amor e suas reações químicas, suas etapas desde a paixão até o amadurecimento do amor, do mundo aquático, da menor partícula ao maior objeto visível, deve vir outros apaixonados, que em óticas diferentes poderão descobrir mais e mais, precisamos de mais gente assim… Grande desafio…

Querer conhecer os mistérios do universo é como uma paixão infinita, sempre terá espaço para mais e mais. Alguns podem até dizer que todos eles estão procurando os segredos da vida para viver eternamente, mas seus feitos viverão pela eternidade, ao menos que o universo como um pulsar de um pulmão, não nos devolva a singularidade…

Que venha ao universo outros Stefhen, de diferentes áreas, apaixonados infinitos, tirando algo da junção, ou descobrindo novas junções, novas formas de unir ou separar…

Pessoas quietas possuem mentes barulhentas. Stephen Hawking

//www.pensador.com/autor/stephen_hawking/


Pensamento apartado ao tema acima de quem vos escreve:

Prefiro acreditar que quando conhecemos mais e mais ou pouco de tudo de diferentes temas, podemos enxergar que existe um designer inteligente por trás de tudo, e quando focamos em temas específicos ficamos muito racional, mas quem disse que ser racional é ter a razão de tudo? Quando pesquisamos sobre quase tudo, acaba que ficamos mais compreensivos, mas tem variáveis dentro disso,  que é a base familiar, as crenças ora criticadas, escola, amigos, trabalho, tudo isso gera um conglomerado de caminhos curtos e longos para tomadas de decisões e compreensões, seja negativa ou positiva, e acredito que são mais positivas…

A “sabiência” vem a tona por todos pontos citados acima, e claro com muita experiência de conhecimento de mundo, que deve ser repassado ao próximo gerando mais soluções e menos dores… Pesquise e se aprimore em um tema especifico, mas queira conhecer muito mais de outros fatores, isso poderá lhe trazer mais amor…

Facebook Comentários
COMPARTILHAR
Artigo anteriorÉ Para Rir e Não Chorar
Próximo artigoÍndios

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here